As melhores de Nunes Garcia

Posted by By at 6 October, at 00 : 25 AM Print

Tracklist:
01. Responsório 1-01. Credo
02. Responsório 1-02. Et in carne
03. Responsório 1-03. Quem visurus
04. Responsório 1-04. Et in carne
05. Responsório 2-01. Qui Lazarum
06. Responsório 2-02. Tu eis Domine
07. Responsório 2-03. Qui venturus
08. Responsório 2-04. Tu eis domine
09. Responsório 3-01 Domine, Domine
10. Responsório 3-02. Commissa mea
11. Responsório 3-03. Quia peccavi
12. Responsório 4-01. Memento mei
13. Responsório 4-02. Nec aspiciat
14. Responsório 4-03. De profundis
15. Responsório 4-04. Nec aspiciat
16. Responsório 5-01. Hei mihi
17. Responsório 5-02. Anima mea
18. Responsório 6-01. Ne recorderis
19. Responsório 6-02. Dum veneris
20. Responsório 6-03. Dirige
21. Responsório 6-04. Dum veneris
22. Responsório 7-01. Peccantem
23. Responsório 7-02. Deus in nomine tuo
24. Responsório 7-03. Quia in inferno
25. Responsório 8-01. Domine secundum
26. Responsório 8-02. Ut tu Deus
27. Responsório 8-03. Amplius
28. Responsório 8-04. Ut tu Deus
29. Responsório 9-01. Libera me
30. Responsório 9-02. Tremens
31. Responsório 9-03. Requiem
32. Responsório 9-04. Libera me
33. Responsório 9-05. Kyrie
34. Responsório 9-06. Requiest in pace

Tracklist:
01. Missa de São Pedro de Alcântara (1809) — 1. Kyrie
02. Missa de São Pedro de Alcântara (1809) — 2. Gloria
03. Missa de São Pedro de Alcântara (1809) — 3. Domine Deus
04. Missa de São Pedro de Alcântara (1809) — 4. Qui Tollis
05. Missa de São Pedro de Alcântara (1809) — 5. Quoniam
06. Missa de São Pedro de Alcântara (1809) — 6. Cum Santu Spiritu
07. Missa de São Pedro de Alcântara (1809) — 7. Patrem
08. Missa de São Pedro de Alcântara (1809) — 8. Et Incarnatus
09. Missa de São Pedro de Alcântara (1809) — 9. Crucifixus
10. Missa de São Pedro de Alcântara (1809) — 10. Et Resurrexit
11. Missa de São Pedro de Alcântara (1809) — 11. Sanctus
12. Missa de São Pedro de Alcântara (1809) — 12. Hosanna
13. Missa de São Pedro de Alcântara (1809) — 13. Benedictus
14. Missa de São Pedro de Alcântara (1809) — 14. Hosanna
15. Missa de São Pedro de Alcântara (1809) — 15. Agnus Dei
16. Credo em Si Bemol — 1. Patrem
17. Credo em Si Bemol — 2. Et Incarnatus
18. Credo em Si Bemol — 3. Crucifixus
19. Credo em Si Bemol — 4. Et Resurrexit
20. Credo em Si Bemol — 5. Et Vitam
21. Credo em Si Bemol — 6. Sanctus
22. Credo em Si Bemol — 7. Hosanna
23. Credo em Si Bemol — 8. Benedictus
24. Credo em Si Bemol — 9. Hosanna
25. Credo em Si Bemol — 10. Agnus Dei
26. Christus Factus Est
27. In Monte Olivetti
28. Sepulto Domino

Biografia e obras

O padre José Maurício Nunes Garcia (Rio de Janeiro, 22 de setembro de 1767 — 18 de abril de 1830) foi um compositor brasileiro de música sacra que viveu a transição entre o Brasil Colônia e o Brasil Império. É considerado um dos maiores compositores das Américas de seu tempo.
Nunes Garcia era um religioso, mas conhecedor das ideias iluministas, compositor, regente, virtuose do órgão e do cravo, professor renomado, autor de modinhas e, por fim, mestre-de-capela da Sé da cidade (posto mais importante para um músico no Brasil Colônia).
De origem humilde, sua história está entrelaçada a fatos marcantes da história brasileira. No começo do século XIX, o músico mulato atinge estatura intelectual e herda um legado precioso de compositores, mulatos-livres que alcançaram prestígio com a música, como Francisco Gomes da Rocha, Marcos Coelho Neto, Ignácio Parreiras Neves e José Joaquim Emérico Lobo de Mesquita. No final do século XVII torna-se aluno do poeta e bacharel Silva Alvarenga, um dos fundadores da Sociedade Literária, difusora das ideias do Iluminismo. É assim que José Maurício busca o único caminho para o exercício da profissão de músico à época: tornar-se padre.

José Maurício Nunes Garcia, Posts - Portuguese , , , , ,

Related Posts

Post Your Comment